sábado, 15 de dezembro de 2007

É tempo de férias!


Essas férias, se é que podem ser chamadas de férias, ou melhor, esses dias em que não tenho aula, é estranho, perco um pouco a sensação do tempo. E por falar em nisso, é tempo de pensar, e muito, seja no futuro ou no passado, tempo de reflexão, enfim, medirmos nossos atos. Esse pouco tempo de descanso que tive até agora, no total, foi deveras proveitoso, não me acidentei como no último ano, e tudo correu muito bem, sem desavenças.
Nessas férias , como em todas as outras, é costume eu trocar o dia pela noite. Pode até ser divertido nos primeiros dias, aquele sentimento de liberdade característico, porém quando você quer ajustar seu relógio biológico novamente porque se cansou daquilo tudo, é um sofrimento danado. E isso se torna um ciclo vicioso
ao qual ouso comparar a uma crise de abstinência. O pior momento, sem dúvida, é o despertar (como já diria Kafka, é o instante mias perigoso do dia, hehehe). Muitas vezes o dia já virou passado e logo quando tomo consciência disso, vem um aperto no peito, uma depressão angustiante chega e parafraseando André é "aquela sensação de tempo perdido". Isso acontece em menos de dez minutos e depois passa, é inexplicavelmente interessante, e não é só comigo, já ouvi relatos de amigos.
Todos dizem que é tempo de ficarmos numa relax, numa tranquila ou numa boa, mas eu penso o contrário, foram os dias mais corridos do ano. Posso dizer que é pelo fato de eu querer fazer muitas coisas ao mesmo t
empo e, cá entre nós, é impossível. Com o acréscimo de professores, matérias, atividades extra curriculares, sinto que minha vida foi diminuindo social e culturalmente, então quis dedicar minhas férias ao aumento desses dois últimos itens, contudo, percebi, de forma infeliz, que não posso estar em dois lugares no mesmo momento. Finalizando, com toda essa correria, digo que esses dias foram bem produtivos e que estou precisando de umas férias. Ah, mais uma coisa, boas festas a todos.

3 comentários:

tata disse...

Aiai...finalmente férias hein....tudu bem q as minha naum aprecem ferias aushuahs..mais e dai neh....o blog tah lindu como sempre..todo mundu sabe q u post du igor eh meiu de nerd..olha a linguagem culta neh mais tah linda igor...vo indu genti bjus...amo vcs

disse...

Oi Iguiinho!
Certamente o meu relógio biológico é o mais incompetente, férias é bom porque dá para fazer tudo o que você não teve tempo para fazer antes, como ler livros, ver tv até altas horas, sair, ver filme toda hora e estrapolar na comida (acontece naturalmente), o tédio vai tomando conta da gente, mas nada que uma boa viagem não resolva, uma praia ou encarar uma nevasca por exemplo, o importante é sair e conhecer coisas novas.
Parabéns pelo texto, você está indo em diração à luz, à luz do SUCESSO, DO LUXO E DA FAMA!! hahahaha

beijo*

Tomas disse...

"linguagem culta".


Se escrever certo é linguagem culta, dar descarga é coisa de intelectual.