domingo, 6 de janeiro de 2008

Desvendando a Moringa - Parte 2


Com o término da enquete, a maior parte dos que votaram deixou claro que não fazem nem idéia do significado, muito menos de onde nós tiramos tal palavra para colocar no nome do blog. Este post promete esclarecer todas as dúvidas que pairam na cabeça de nossos (ainda) poucos, porém tão estimados leitores.

Segundo o mestre Chozo, nosso companheiro André e a Wiki, a moringa é sim é uma família de plantas angiospérmicas e blábláblá, mas também, uma espécie de jarro artesanal feito de barro (Sim, Ju, sua mãe estava certa!), além de ser o nome de uma flor. Nessas andanças pelo Google da vida descobri ainda que o pó da semente da moringa serve como coagulante para purificar água barrenta, e que as folhas são ricas em vitaminas A e S, cálcio, ferro, cobre e proteínas, portanto, podem servir de alimento. A planta tem muitas outras funções que você pode ver ao clicar aqui. Existe até um projeto desenvolvido para proporcionar às pessoas que habitam regiões carentes em água potável a possibilidade de purificação da água, de maneira fácil e auto-sustentável utilizando sementes da moringa oleifera, é o Projeto Moringa.

Você deve estar se perguntando "ok, basta de biologia por hoje, e o nome??" Vamos ao nome. Quando tivemos a idéia de fazer um blog, para dividir com os outros toda essa cretinice que sai de nossa mente, ainda não sabíamos o nome, houve várias tentativas, bem como "pão com ovo", está certo, um ótimo nome, brasileiríssimo, porém já existente. Até que Tomas teve a idéia de "Segura a moringa", uma expressão que nosso professor de história, Filipe usava muito durante a aula para chamar atenção da turma, só depois de tudo pronto que tive de ir atrás do significado. Enfim, espero que o post tenha servido pelo menos como um esclarecimento. Agora me vou indo antes que o boa noite se torne bom dia.

2 comentários:

Liliane de Paula disse...

Moringa, aqui no Recife sempre foi uma jarra de água que se usava para refrescar a água. Lembo que as vezes a gente sentia um gosto de barro qdo a moringa era nova. Depois esse gosto desaparecia. Se tem outros significados, e deve ter, vc diz, eu desconhecia.
Liliane de Paula

disse...

Viu, qualquer dúvida, só perguntar para mim, que eu pergunto para minha mãe e o problema será solucionado, hoho.

Vê se dão uma passadinha no Perequeté, senão ele vai de élégance para décadence :)

beijos, boas viagens, para quem for viajar.