sábado, 16 de fevereiro de 2008

O Retorno da Tartaruga


Jussara.

Já vou explicar o título. Hoje, dezesseis do dois, a fugaz fugitiva do aquário de acrílico [preferimos fazer um de acrílico, pois assim ficaria mais resistente, (o de vidro fora estraçalhado pela cabeça de meu pai, que ficou vivo)] quebrado faz um tempinho já, foi finalmente achada. Ok, ficou bem confuso, hei de explicar de forma mais simples: achamos a fugitiva de Alcatraz, nossa tartaruga, um cágado, fugira quando o aquário de acrílico quebrou - uma bundada de meu pai que jogava pebolim perto dali. Ela estava conosco há 11 anos já. Vivem muito, as danadinhas. Ficamos de fazer um mutirão para procurá-la no terreno aqui, que é bem grande, fato que dificultava ainda mais a situação, mas sabe como é, fomos deixando pro dia seguinte. O tempo passou, já sabíamos que ela não estava mais dentro no nosso terreno. Minha mãe, inconformada com o desaparecimento, avisou todos os funcionários do condomínio, que só não deixaram para o dia seguinte porque havia dinheiro envolvido, hehe.
O porteiro disse que um jardineiro de outra casa pegou a fugitiva e levou embora, outro disse que uma moça de de uma casa do outro lado do condomínio havia achado um ser parecido perambulando por lá. O tempo passou novamente e, eis que hoje, acordo com a notícia. A caseira de uma chácara da rua de cima achou uma tartaruga andando por lá. Tive de ir lá pegá-la pessoalmente, eu não acreditava, já dizia o veterinário elas andam de três a quatro quilômetros por noite. Incrível! Depois de quase dois meses, nós achamos o cágado-perdido (que palavra, dá até nome de filme). Toda suja, peguei a Jussara, levei pra casa, improvisei um aquário num porta bebidas e coloquei-a no estranho recipiente.
Agora eu penso, nós já estávamos acostumados com ela lá, 11 anos querendo sair, conhecer, desbravar. Pobre tartaruga, olhávamos pra ela com indiferença, ela só comia, dormia e defecava. Agora eu sei, que com esse acontecimento, podem ter certeza que daqui pra frente as coisas mudarão na vida de Jussara.
Minha irmã vai passear com ela todo dia.

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2008