domingo, 27 de julho de 2008

O contratado

É comum encontrar garotas que contratam famosos para fazer as honras em suas festas de debutante. Ou formaturas que se orgulham de ter chamado determinado global para fazer a recepção. No primeiro caso, a garota dança e tem sua noite de princesa com nada menos que seu próprio príncipe. No segundo, todos nós tiramos fotos com alguém que nunca encontramos e nunca mais vamos encontrar. E pagamos por elas depois.
É mesmo importante para a garota pagar para um cara atuar pra ela? Pode ser a maior maravilha para ela, e talvez para suas amigas, mas o que isso significa para ele? Não é triste depositar tanto em alguém que pouco se importa com você, mas com o cheque assinado após o serviço?
Então de que vale a prostituta? Depositar prazer naquilo que também apenas se importa com o dividendo? O ator é a prostituta e a garota o cliente? Vale a pena?
É muita retórica. Bom domingo.

Nenhum comentário: