quinta-feira, 9 de outubro de 2008

O Choro no Vaso - I

Digo que escrevi este texto na tarde de sábado e dei a finalização na noite de domingo desta semana, ficou um pouco grande para postá-lo inteiro, para tanto, tive a idéia de publicá-lo folhetinescamente. Espero que gostem.

Era uma quinta-feira. Uma quinta dentre todas as outras quintas-feiras vividas, pacatas, doentes. Tinha tosse. E esta quinta-feira não poderia ser de outro modo, acordara com dores nas articulações, as quais pioravam conforme as quintas-feiras. Tomou o café, café forte, como ele. Sentia-se um bravo, vencera na vida, casara-se e tivera filhos e amantes. Não amava sua mulher nem suas amantes, apenas gostava dos filhos. Possuía um corpo aparentemente saudável, não tolerava médicos, já lhe bastaram os da infância, acusavam-no de que viveria pouco, pouco, pouco. E ali estava, vivo, aprumando-se para o trabalho, este que por conveniência arrumara com um amigo, de favor. Era um conveniente, conveniente e conformado.

Quinta-feira, acordara com dores nas articulações e uma cólica icomensurável, digna de nota. Achou que sua cama se transformaria em seu leito de morte, mas não relatou à sua mulher, por medo talvez, não gostava de transparecer suas emoções. Gemeu. Levantou-se. Angustiado, tomou o café - forte como tinha de ser. Ordenou suas quinquilharias diárias, foi ao quarto dos filhos, beijou-os e saiu. A cólica piorara, caminhou até o automóvel, sentou-se, deu partida, gemeu. Bateu três vezes com a cabeça no volante segurando com força a barriga, repercutiram três sons de buzina, tossiu três vezes. No escritório nada de novo, papéis, papéis, papéis, era o que faria até morrer. "Até hoje", pensou.

Continua.

4 comentários:

Bin Bean disse...

Como a rotina é algo chato ! ! !
Aposto como esse cara tem uma barriga legal e veste camisa social na cor salmão ! ! !

Típico

(Aguardando a continuação)

nina disse...

Beeel !
muito bom o texto :)
estou aguardando a minha lindinha camiseta do segura moringa!!! haha
beijos amigos moringueiros!

Antonio (ou Tonhão msm) disse...

pode ser inutil mas...
eu fiquei curioso:
ql a procedencia dos três sons de buzina?
a cólica e a mão na barriga?;
a buzina (obviamente!)?;
ou a tosse (não, né).
essa duvida enriqueceu a minha leitura.
a preocupaçao com os papeis
é intrigante.
talvez um dia, por serem tds mto importantes, eles percam seus conteudos para esse compadre.
coitado.
abraço do amigo Antonio!

mari disse...

ADORO PERÍODOS CURTOS, ELES DEIXAM O TEXTO MAIS ENVOLVENTE.
ADOREI, BEL.
VOCÊ TEM SUCESSO! POR ISSO QUE EU PAGUEI R$8,00 NESSA CAMISETA COR DE VERDE BOSTA!
BEIJOCAS.