terça-feira, 3 de março de 2009

ARDOLESCÊNCIA

te como

redonda prismática trigonometricamente como
redundantemente te como
como com amor,
com sorriso
como com bossa

como na fossa
como na escada
como lá atrás
como quem faz
que não quer ver

como como leão
na savana louco
doido de paixão
o rei do coito jus faz
à hegemonia do comer

te como

métrica linfática roboticamente como
cotidianamente te como
como café de manhã
como abelha na flor
como fedelho
come no chuveiro

te como

utópica retórica metaforicamente como
adolescentemente te como

romântica semântica antagonicamente como
etimologicamente te como
tal qual tu, feito eu
como nossos pais
comeram
um dia
te como

8 comentários:

Anônimo disse...

acho horrível este post. o texto é pobre e chega a ser chulo. frequento o blog, acho posts interressantíssimos, bem montados, inteligentes. este, além de mal gosto, não nos leva a refletir sobre nada.
nem se trata de boa conversa.
e não há, neste comentário, nenhuma censura moral. vcs precisam pensar mais antes de postar.
perdõe o anonimato.

Anônimo disse...

perdoe o "perdõe".

Anônimo disse...

Sabe que eu gostei...!

Rafael Bin Bean disse...

Eis que chego , o primeiro a comentar
sobre esse post sem a carapuça do anonimato (bela bosta, né?)

Igor ,
É impressão minha ou depois que vc começou a namorar , seus posts ficaram mais sensuais E , por que não dizer, dignos do Endotropina ?

Apesar dessa mudança no conteúdo de seus textos,
posso falar que construções imagéticas se passam pela minha cabeça . . . talvez pelo uso exacerba do como , isso indica uma fixação oral ou sexual muito grande , quero dizer, o seu eu-lírico (UI) está assim e essas brincadeirinhas com o como tornam o joguinho sexual, muito animado.
Opa me perdi, as construções imagéticas . . .
(marcio falando)
Cara, o menino pirou, tá louco para comer como os pais dele um dia comeram ...
(voltando a mim mesmo)
Ou ele quer comer os próprios pais , resultando numa relação incestuosa . . .

Na suma, bom , mas altamente sexualizado . . .

NOVO CONTEÚDO AOS POSTS DO BLOG !!!

Igor disse...

Não, o endotropina já nasceu ruim.

Anônimo disse...

Parabéns pelo post!
Vemos tanta exploração chula da sexualidade por aí e não há espanto nenhum da massa.
Agora um texto muito bem escrito, inteligente e estruturado é "horrível", senhor anônimo 1? Reveja seus conceitos.

Tomas disse...

Se eu ganhasse um pacote de Passatempo a cada vez que o Bin diz "construções imagéticas", estaria maior que o Ronaldo.

guilherme disse...

romântica semântica antagonicamente como
etimologicamente te como
tal qual tu, feito eu
como nossos pais
comeram
um dia
te como

Engraçado ! Parabéns