sexta-feira, 3 de julho de 2009

Monólogo sobre a divergência do dissimulacro universal

Um dia, num restaurante, fora do espaço e do tempo,

Serviram-me o amor como dobrada fria.
Disse delicadamente ao missionário da cozinha
Que a preferia quente,
Que a dobrada (e era à moda do Porto) nunca se come fria.
(Álvaro de Campos)


Menezes, português todo erudito, óculos fundos, calças no umbigo, suéter de balõezinhos bordados, todos amarelos e verdes, pega a mulher pelos braços, joga-a sentada na cama, olhando fixamente para sua dúvida maior.

MENEZES:

(olhando nos olhos)
Deixe-me falar.

Mulher, eu não te entendo.
Juro por Deus que não te entendo.


(abre os braços para cima, num evidente apelo ao divino)
Já houve retórica tão inapalpável?


(enfático) 
Pois me resta lhe perguntar agora, livre e direto, POR QUÊ?


(a perder o fôlego)
Por que não és direta comigo? Se queres comer bacalhau à moda do porto me perguntas se quero comer um bacalhau à moda do porto ao invés de simplesmente tascar uma lasca e comê-lo.
Simplesmente.


(divagando ao ritmo da fala, pausada, nervosamente)
Mulher, a vida não deveria ser mais simples?


(bota as mãos no bolso, vira-se de costas para ela, de frente a um espelho, olhando-a)
Entendo, pois, as ruas inclinadas e pedras no sapato de tua bioquímica, mas juro que não te entendo, mulher.


(gira em torno de si, como um cão atrás do rabo, coçando a iminente careca)
Por que não me respondes, evasiva, o que te pergunto?


(tornando ao olhar fixo)
Ficas com essa cara de gosto ruim, não te entendo, mulher!


(meiguinho, o rechonchudo)
Que te fiz? Magoei? Estou tão certo de meu raciocínio... que chego a duvidar de mim, ponho-me em réu e proponho dizer a verdade, nada além da verdade ao meu eu, que não deixa de ser teu, também.
Mas diz: Por quê?


(já desistente da réplica muda dos finórios olhos que a ele vêm, um império)
Fala, mulher, não sou teu adivinho.

. . .

(e deixa o palco após um profundo e interminável olhar, remanescente da dúvida)

6 comentários:

Duuda =)) disse...

hahahaha otimo posst =)
adorei o layout novo tb!
meniinos durmam muito nessas "ferias" durmam, durmam, durmam, durmam! aai deliciia!
hahahahahahaha

disse...

aii q musica tudoooo!

Duuda =) disse...

hahahahaa bem melhor depois de coloriiiido! beijos

Rafael Bin Bean disse...

Cara,
bacalhau a moda do porto é bom,
mas a dobrada é boa ,
serviram-ma fria, tinha pedido
quente mas fazer o quê ?

Igor disse...

O bacalhau foi o lance desse post.

Fernanda disse...

Bem , li o post e os comentários...fiquei com fome!hehehehe Sobre as mulheres, nós somos assim mesmo! Queremos atenção, por isso sugerir é mais eficiente que dizer...quem decifra, conquista! :)