domingo, 15 de maio de 2011

Fragmento

Ah! Nunca vi tanta felicidade neles. E os médicos falaram que têm demência. Empurraram ele na rampa, e ficou na maior felicidade, assistiu novela lá, na cadeira-de-rodas. E o sorvete, não tinha como montar direito, então eu coloquei castanha, tudo picadinho, sabe? O Eduardo tirava os confetes, pensava que eram comprimidos!

Nenhum comentário: